Dificuldade em amamentar – dicas

Começo esse post falando de uma coisa que ficou guardado na minha memória depois de uma conversa sobre maternidade com algumas amigas mães: é impressionante como romantizam a amamentação. As fotos e vídeos de mães amamentando seus filhos sempre passam uma sensação de que aquele momento é a coisa mais maravilhosa da maternidade. E realmente é…porém o início do processo, na maioria das vezes, nos reservam algumas surpresas não muito agradáveis. Os primeiros dias com o bebê normalmente não são fácies, como pode um bebê tão pequeno mamar tanto. E somando a vários outros fatores como pega incorreta (que para mim, é o maior problema de todos), produção de leite ainda desordenada, a pele do mamilo tende a ficar bastante sensível chegando a ferir os seios em alguns casos. Existem algumas dicas de prevenção para que isso não aconteça: 15 minutos de banho de sol ainda quando gestante ajudam a pele dos mamilos a ficar mais resistente contra as fissuras  e rachaduras, hidratar a região com pomadas de lanolina (pomadas como Millar e Lansinoh) utilizando sempre após a amamentação,  uso de sutiãs adequados, cuidar com o tempo que o bebê passa amamentando pois pode sensibilizar a pele, estar atento a higiene dos seios   (isso não quer dizer que precisa lavar e esfregar a região, apenas uma limpeza com água e sem a utilização de nenhum sabonete, álcool nem nada do tipo). Já tentou de tudo mais ainda assim está tendo dificuldade, procura quem entende. Em todos as cidades existem profissionais capacitados a te ajudar nesse momento, são as famosas consultoras em amamentação. Eu particularmente não precisei, mas conheço várias pessoas que tiveram esse apoio e AMARAM. Garanto que se você pesquisar, vai achar um pertinho de você. Às vezes, ainda assim, algumas mães sofrem bastante com a amamentação. A boa notícia é que esse possível desespero inicial tende a passar conforme a adaptação do processo. E que aí sim, você vai poder tirar aquela foto da capa da revista de maternidade que você tanto sonhou. E só mais uma coisinha tão importante a ser dita, e que tem tudo a ver com esse assunto, não se sinta mal nem tão pouco menos mãe se não conseguir amamentar. O bem-estar deve estar acima de tudo, tanto para o bebê quanto para a mãe.